quinta-feira, agosto 20

Loucura é não perceber que a vida é louca!


Oi, galera! Hoje vou indicar à vocês mais um livro de Augusto Cury, que eu simplesmente amo.
"De gênio e louco todo mundo tem um pouco" é bem legal, pois nos leva a refletir sobre nossas ações, o dia-a-dia com a nossa família, o conforto que é ser aceito em um grupo social, De uma forma bem divertida, o autor tenta nos levar a um estágio de reflexão, inspirador, e por isso que a narrativa se torna a cada página cativante, além de transmitir uma paz interior, 

Sinopse: 

Bartolomeu e Barnabé são personagens que já estavam nos dois primeiros livros da saga Vendedor de Sonhos. Em De Gênio e Louco Todo Mundo tem um Pouco, eles ganham o centro da narrativa e ficamos conhecendo quem são esses dois maltrapilhos que, um dia, se juntaram ao Vendedor de Sonhos para acompanhá-lo na sua luta para semear sonhos e fazer um mundo melhor.
Bartolomeu e Barnabé são dessas pessoas que enfrentam a vida de maneira diferente: se metem em muitas enrascadas e fazem os outros pensarem em suas ações. Tão populares quanto os palhaços, eles também possuem um profundo lado trágico. A combinação desses dois lados é explosiva. 


E para fechar, uma frase do livro :)

"Milhões de pessoas conheciam átomos que nunca viram e planetas em que nunca pisaram, mas não conheciam minimamente a si mesmos." (Augusto Cury)


5 comentários:

  1. E a vida é assim né? Não é sempre que paramos para buscar nosso autoconhecimento, apesar de que isso é bem importante.

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Flávia :)
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Já comentei por aqui, só vim avisar que mudei a url do meu blog: aguardandoocamaleao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Obrigada por comentar lá no blog. Nunca tinha ouvido falar desse livro, parece bom.
    Beijos

    http://achadosnaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir